Trapaça

Trapaça. (American Hustle). (Crime/drama); Elenco: Christian Bale, Amy Adams, Bradley Cooper, Jennifer Lawrence; Diretor: David O. Russell. USA, 2013. 138 Min

Nota: O texto contém spoilers

Parece comercial de ótica, mas não é. É o mais recente filme de David O. Russel conhecido por O lado bom da vida (2010), que satiriza o modo americano de viver e situa sua saga bem humorada na década de setenta, regada por uma trilha sonora estonteante.

21061416_20131127130717945.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

 Trata-se da história do golpista Irving Rosenfeld (Christian Bale), Rosalin Rosenfeld (Jennifer Lawrence) e Sydney Prosser (Amy Adams) que após serem presos – Irving e Sydney – decidem/são obrigados a ajudar ao FBI nas operações contra  corrupção na política.  A história é baseada na operação ABSCAM do FBI na década de setenta. O filme é um jogo de verdades e mentiras e a brincadeira é saber quem está jogando com quem e contra quem. A trama é tão intrincada e confusa, que valer-se das peculiaridades da linguagem cinematográfica para se guiar no vai-e-vem da história, é uma boa pedida.

trapaça

 O estabelecimento de verdades, que é a questão no filme, nos remete a Persona (Ingmar Bergman, 1966) em que a atriz Elisabeth Vogler (Liv Ullmann) após encenar Electra resolve ser o mais verdadeira possível e descobre que viver é atuar e pára todos os movimentos. Ao longo da trama óculos escuros são usados como máscaras. Segundo esse subterfúgio, já institucionalizado na linguagem cinematográfica, ver trapaça fica interessante.

finalizar_1384720887_posts__Trapaca-fotos-3 Tudo é falso, maquiagem em excesso, dissimulação, disfarce, máscaras, nada é o que parece. O ‘xis’ da questão é,  o que é falso e o que é verdadeiro, o que é jogada e o que não é. Irving Rosenfeld é careca e faz uma maquiagem no cabelo falso à base de cola e laquê que dá asco e tudo isso de frente para o espelho, crise de identidade é café pequeno. Os óculos de Irving são tocados o tempo todo, tirados e colocados e permanecem todo o tempo, até a penultima cena. Já a sua mulher Rosalin vive a trama inteira de carão em close, falando, gritando, gesticulando, chorando sempre sem óculos e termina comedida, terna e com óculos. Richie DiMaso (Bradley Cooper), molda seu rosto com bobs, Sydney Prossey também, ambos mestres em golpes e contra golpes e comandam seus respectivos nichos de falcatruas.

TRAPAÇA.png1

O filme tem momentos preciosos. A participação especial de Robert De Niro (Victor Tellegio). como o chefão da máfia. O figurino é bárbaro e traduz bem a década de setenta e a trilha sonora conta com nomes como Duke Ellington, Jack Jones, Donna Summer, Elton John, Bee Gees dentre outros.

Trapaça-20Em relação a indicações a prêmios Trapaça esteve muito bem. Foi indicado a sete globos de ouro (2014), melhor filme (comédia ou musical), melhor diretor, melhor ator (Christian), melhor atriz (Amy), melhor ator coadjuvante (Bradley), melhor ariz coadjuvante (Jennifer) e melhor roteiro. Levou Melhor filme, Melhor ator principal,  Melhor atriz principal e atriz coadjuvante. Para o Oscar 2014 foram 10 indicações, além das citadas para o Globo de ouro, melhor edição, melhor figurino e direção de arte. Não levou nenhum. Fazer o quê, não?!

602x0_1390829644

A obra é uma galhofa ao estilo de vida americano um tempinho depois do escândalo Watergate. É para quem gosta de voltar no tempo e gastar neurônios com tramas intrincadas. Vale a pena conferir!

Advertisements

About Sonia Rocha

Crítica Cinematográfica, Professora de Filosofia e História, Mestre em Educação (UERJ) e Pesquisadora de Cinema e Educação.
Video | This entry was posted in Análise cinematográfica and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s