Betinho: A Esperança Equilibrista

Betinho: A esperança Equlibrista (Documentário); Participações: Betinho, Daniel Souza, Irlês Carvalho, Maria Nakano; Direção: Victor Lopes; Brasil, 2015. 90 Min.

O mais recente documentário do cineasta moçambicano Victor Lopes de “Serra Pelada: A Lenda da Montanha de Ouro (2013) é “Betinho: A Esperança Equilibrista” que conta a história de vida do sociólogo e ativista dos direitos humanos no Brasil, Herbert José de Souza (1935-1997) – o Betinho –  por ele mesmo através de trechos de entrevistas e recortes de depoimentos de amigos, familiares e ativistas.

416949.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

O documentário que faz uma visitação á vida e a toda obra de ação social deixada por Herbert de Souza  é um recorte de sua vida desde a ditadura militar (1964) até a sua partida. E, inusitadamente, começa com sua partida para nos trazer de volta pelo fio da memória, através da narrativa do próprio Betinho, todos os momento importantes da vida desse que é, considerado, o bastião da esperança. Criador do projeto Ação da Cidadania Contra a Fome, a Miséria e pela Vida e grande fomentador da defesa dos direitos dos portadores do vírus HIV, Betinho fundou a Associação Brasileira Interdisciplinar de AIDS e muito mais. Tudo isso  é costurado pelas narrativas de suas entrevistas concedidas  a Alfredo Alves cedidas do acervo de vídeos do IBASE (Instituto Brasileiro de Análise Sociais e Econômicas)  e outras informações pinçadas pelas pesquisadoras Isabel Garçoni, Ana Redig e Julia Zylbersztajn  no CEDOC (Centro de Documentação e Informação) sob a batuta/direção de Victor Lopes, e edição de Pedro Asberg. O longa conta ainda com depoimentos de amigos como Chico Buarque, a primeira mulher de Betinho, Irlês Carvalho e sua viúva Maria Nakano; os filhos, alguns ativistas e pesquisadores do IBASE.

163371

Não é a primeira vez que Betinho vira  alvo dos holofotes cinematográficos. Em 2006, Angela Patrícia Reiniger dirigiu e roteirizou “Três Irmãos de Sangue” que conta a história de Betinho, Henfil e Chico Mário. Mas agora a lembrança é especial, se estivesse vivo, no dia três de novembro Betinho estaria fazendo 80 anos, logo, o longa-metragem lhe rende um grata e merecida homenagem. Ganhador do prêmio de melhor documentário pelo juri popular no Festival do Rio 2015, ” Betinho: A Esperença Equlibrista”, também é seleção oficial da 39ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.

betinho_2

O audiovisual que nos traz a memória de Betinho é uma lembrança que vem em tempos de necessidade de esperança no humano, e de exemplos para nos mostrar que é possível um beija-flor fazer diferença num incêndio com sua contribuição, e que não nos deixa esquecer que passou uma fortaleza por aqui.

betinho

Advertisements

About Sonia Rocha

Crítica Cinematográfica, Professora de Filosofia e História, Mestre em Educação (UERJ) e Pesquisadora de Cinema e Educação.
This entry was posted in crítica cinematográfica and tagged , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s