Homem-Aranha: De Volta ao Lar

Homem-Aranha: De Volta ao Lar (Spider-Man: Homecoming) (Ação/Aventura/Ficção-Científica); Elenco: Tom Holland, Michael Keaton, Robert Downey Jr, Marisa Tomei; Direção: Jon Watts; USA, 2017. 133 Min.

Desde a edição nº15 de Amazing Fantasy (1962) que o Homem-Aranha prenunciou seu sucesso. Criado como adolescente, autodidata, aluno do ensino-médio que sofre um acidente radioativo, o pequeno Peter Parker se transformou, numa espécie de, semelhança do leitor das Histórias em Quadrinhos (HQs) que tem potencial para se transformar em um herói. Com mentor, pela  primeira vez, a personagem em “Homem-Aranha: De Volta ao lar” é uma produção muito bem ‘linkada’ com os acontecimentos do universo Marvel do cinema e ainda nos premia com uma atuação na medida de Tom Holland.

Os links principais do longa, são: o espólio de guerra da batalha dos “Vingadores: Era de Ultron”, que é onde Abutre (Michael Keaton) garimpa seu material; e a apresentação do homem-Aranha como um pirralho empolgado em “Capitão América: Guerra Civil”. Pela conexão JonWatts, que estreia na direção no universo Marvel e mais seis roteiristas, dentre eles: Chris McKenna de “Lego Batman: O Filme”,  foram felizes e conseguiram alinhavar uma história que, parece, inaugurar uma irreverência ainda maior na extensão cinematográfica da marca (vide o teaser/trailer de “Thor: Ragnarok” que estreia em outubro Aqui! ).

SPIDER-MAN™: HOMECOMING

No filme de Jon Watts, Peter Parker (Tom Holland) é apresentado aos quinze anos, estagiário das empresas do Tony Stark/Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), tentando provar para si e para o seu mentor que pode ser adulto, que pode ser responsável, que pode salvar o mundo e….que pode ser da esquipe dos Vingadores. O longa é um desenho do arquétipo do Home-Aranha desde a sua criação e é uma aventura recheada de comédia com as benção de Stan Lee (Sim, ele aparece, é claro!). Como todo o filme do universo estendido das HQs as referências são fundamentais. Além das já citadas como links, tem também, “Curtindo a Vida a Doidado” (1986) de John Hughes e a trilha original do primeiro desenho animado do Spider-Man da década de 60 sob a batuta de Michael Giacchino, logo no início da exibição.

SPIDER-MAN™: HOMECOMING

Em suma, o mascote da Marvel está com força total, numa vibe adolescente. Tem como vilão o Abutre  que é um dos seus principais dentre o Dr. Octoplus e o Lagarto. O que torna tudo bastante clássico, aproximando ainda mais, (para quem conhece e curte) o universo cinematográfico com o universo  dos quadrinhos. Com fotografia assinada por, ninguém menos que, Salvatore Totino, responsável pelos vídeos de Bruce Springsteen e U2,  o longa  se torna arrebatador para os fãs e convida outros fãs. Vaticinando? Divertidíssimo!

 

Advertisements

About Sonia Rocha

Crítica Cinematográfica, Professora de Filosofia e História, Mestre em Educação (UERJ) e Pesquisadora de Cinema e Educação.
This entry was posted in crítica cinematográfica and tagged , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s