Gatos

Gatos (Kedi) (Documentário); Direção: CeydaTorum; Turquia/EUA, 2016. 119 Min.

Seleção oficial nos festivais de Vancouver, Seattle, Full Frame, Doc Fest, Melbourne e Festival de Filmes independentes de Istambul “Gatos” e um documentário que aborda o cotidiano de uma centena de felinos da cidade de Istambul através de sete gatos escolhidos para serem acompanhados pela cineasta Ceyda Torum.

Istambul, a cidade mais famosa da Turquia e conhecida por seus portos, pelos quais trafegavam mercadorias  e fomentavam o comércio entre a Ásia e a Europa, e também uma cidade que comporta uma imensa quantidade de gatos de diversas raças. Isso se explica pelo desembarque de felinos de diversas partes do mundo dos navios aportados e que não retornavam às embarcações, ao longo da História da humanidade. Por causa disso a variedade de raças é grande. A partir de um contingente significativo e da presença dos bichanos junto aos humanos desde a era egípcia ( que é quando se tem  registros), a documentarista Ceyda Torun resolveu acompanhar seus cotidianos e o de seus donos.

Foram escolhidos sete gatos com personalidades diferentes, ambientes diferentes, e donos idem. Cada um com uma historia para contar e com significados diversos em relação aos gatos em suas vidas. Tudo isso envolto em uma aura mistica evocada pelos próprios gatos em sua singularidade em relação aos outros animais. Laureado com o prêmio do juri de melhor filme de família no Sidewalk Film Festival “Gatos” tem referências musicais interessantes  como analogias, por exemplo, “Três Homens em Conflito” (1966) numa trilha sonora assinada por Kira Fontana. Quanto a diretora Ceyda Torun é seu primeiro longa-metragem.

O documentário é uma homenagem e reverência a essas criaturinhas peculiares que acompanham a história da humanidade desde outras eras como animais domésticos, e que apesar do tempo e da mistura conosco, continuam mantendo sua aura mística e altivez. Altamente recomedável para quem gosta de gatos e para  quem quer saber um pouco mais sobre eles e, quiçá, passem a gostar.  A abordagem de Ceyda Torum é a de aproximação, de despertar a curiosidade e de relato de experiências. Vale a pena conferir!

A diretora: Ceyda Torun

 

 

Advertisements

About Sonia Rocha

Crítica Cinematográfica, Professora de Filosofia e História, Mestre em Educação (UERJ) e Pesquisadora de Cinema e Educação.
This entry was posted in crítica cinematográfica and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s